BS2 mostra como o banco digital é um ambiente seguro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram

Com dicas simples, o BS2 fez uma lista de recomendações tanto para seus clientes como para clientes de bancos em geral sobre como proceder: 

Como o BS2 garante a segurança para os clientes?

Temos políticas, processos, procedimentos, estrutura organizacional e funções de software hardware. Tudo trabalhando em prol da segurança digital. Por meio de uma visão holística e coordenada dos riscos de segurança da informação, o BS2 trabalha com controles que são estabelecidos, implementados, monitorados, analisados criticamente e melhorados, quando necessário, para assegurar que os objetivos do negócio e a segurança da informação da organização são atendidos. Tais controles visam mitigar os riscos associados, reduzindo assim a probabilidade e a consequência de um possível evento de segurança.  

Quais cuidados os clientes devem ter no quesito segurança bancária?

O BS2 recomenda:

  • Manter sigilo sobre dados pessoais e senhas;
  • Instalar antivírus e softwares para proteção do dispositivo;
  • Ter cuidado ao usar redes Wi-Fi públicas: usar conexão segura sempre e utilizar VPNs;
  • Não divulgar dados pessoais na internet;
  • Usar senhas com caracteres especiais (jamais utilize datas de aniversários como opção);
  • Pedir comprovantes de pagamento;
  • Proteger equipamentos pessoais com senhas, biometria ou reconhecimento facial.

Em caso de furto do celular, o que deve ser feito? 

O primeiro passo é informar a operadora e solicitar o bloqueio do chip, linha e o IMEI. Na sequência, o cliente deve alterar as senhas. Se tiver a localização remota estiver configurada, o cliente pode ativá-la e apagar remotamente todos os dados nele armazenados.

Comunique o furto ao banco para que seu dispositivo seja desassociado a sua conta bancária.

Em caso de furto do cartão, o que deve ser feito? 

Comunique imediatamente a operadora do cartão e seu banco. Anote o número do protocolo de atendimento e solicite à administradora um comprovante do bloqueio ou cancelamento do cartão

Como evitar a invasão de hackers na conta bancária?

É importante manter o computador seguro, com os programas atualizados e com todas as atualizações aplicadas. Também é preciso utilizar e manter atualizados mecanismos de proteção, como antimalware e firewall pessoal. E sempre é preciso desconfiar de mensagens recebidas mesmo que tenham vindo de pessoas conhecidas, pois elas podem ter sido enviadas de perfis falsos ou invadidos.

Quais cuidados são necessários em transações bancárias?

É preciso certificar-se da procedência do site e da utilização de conexões seguras e acessar sites de instituições bancárias digitando o endereço diretamente no navegador Web, nunca clicando em um link existente em uma página ou em uma mensagem. O cliente não deve utilizar sites de busca para acessar o banco. Nunca se deve fornecer senhas e dados pessoais a terceiros, especialmente por telefone. Mensagens de instituições bancárias com as quais não se tenha relação devem ser desconsideradas.

Habilite, quanto possível, controles relacionados a múltiplos fatores de autenticação (MFA) ou tokens.

Banco digital é mais vulnerável do que os tradicionais?

A questão das vulnerabilidades é relativa. Atualmente a utilização de dispositivos móveis para acesso ao banco digital é maior do que o acesso tradicional, o que resulta em maior tentativas de ataques. Mas não significa que um ambiente e mais vulnerável que outro. De toda forma, independentemente da via de acesso, é sempre recomendável ter cautela e agir com precaução.

Qual é a regulamentação que garante a segurança dos bancos?

É a Resolução 4658, circular 3909, além da Lei Geral de Proteção de Dados – que entra totalmente em vigor em 2020.

Quando o cliente deve desconfiar que há algo errado com sua conta?

Quando ele receber e-mails supostamente originados do banco sobre tentativas de mudança de senha, mudança de dispositivo ou dados cadastrais; quando houver transações não reconhecidas pelo cliente e em ligações de pessoas, se passando pelo banco.

Sobre o BS2

O Banco BS2 (ex Bonsucesso) nasceu em 1992 e após anos de atuação no crédito consignado, se relançou como Banco Digital em 2018. A instituição tem como público pessoas físicas e jurídicas, para as quais oferta conta digital, investimentos,  câmbio, cartões, soluções de pagamento e cobrança. O principal diferencial do BS2 está na gestão descomplicada dos serviços financeiros e no atendimento personalizado aos clientes. Neste ano, o banco passou a patrocinar os times de futebol profissional masculino e e-Sports do Clube de Regatas Flamengo.

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário abaixo

Siga a gente nas redes sociais

Posts mais lidos

Posts recentes