Proteja os seus dados bancários

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram

A proteção de dados é assunto sério no BS2. Já reparou como nos sentimos confortáveis com a conveniência e a praticidade que a tecnologia oferece? E não há nada errado nisso, muito pelo contrário! Quanto mais recursos e funcionalidades estiveram ao alcance de alguns cliques para facilitar a nossa vida, melhor.

Afinal, as pessoas estão cada vez mais migrando experiências de consumo e de serviços para apps em seus smartphones. Só que aqueles que olham para essa interação virtual de modo mal-intencionado estão sempre à espreita e em busca de novas oportunidades para aplicar golpes, roubar dados bancários e causar prejuízos financeiros.

A pandemia da Covid-19 nos manteve mais tempo em casa e conectados por mais tempo. Como efeito colateral, esse cenário contribuiu para acelerar atividades criminosas no meio digital. Para se ter uma ideia, 2020 foi o ano com o maior registro de tentativas de fraudes virtuais no Brasil. Foram cerca de 3,5 milhões de ameaças identificadas, que somariam um total de R$ 3,6 bilhões de perdas financeiras, segundo a Clearsale. É como se a cada minuto sete tentativas de fraudes no valor de R$ 7 mil cada fossem realizadas no país.

Da mesma forma que criamos novos hábitos online, podemos evitar que essas ameaças se aproximem de nós. Só precisamos lembrar de levar para o mundo digital atitudes simples e eficazes para cuidar de algo que se tornou tão valioso pra gente: a privacidade e a segurança das nossas informações financeiras.

A transformação digital veio para ficar e agilizar processos para termos mais tempo para fazermos o que mais gostamos. O segredo está em não deixar a pressa se tornar inimiga da proteção.

O Banco BS2 preparou este conteúdo pra te ajudar a manter seus dados bancários sempre seguros. Aqui neste post, a gente mostra que, quanto mais conscientes e atentos ficamos, e verificamos a veracidade de solicitações de informações que recebemos, mais fortalecemos um comportamento online seguro para usufruir o melhor que a tecnologia pode proporcionar!


Saiba identificar os golpes digitais mais comuns em empresas e pessoas fisicas


Já ouviu falar em engenharia social? Esse é o nome dado a um dos principais métodos utilizados em fraudes digitais. É importante saber como essa prática funciona porque é um padrão que se repete. Olha só.

A abordagem sempre envolve uma solicitação relacionada à conta-corrente para tentar convencer a pessoa a fornecer dados bancários clicando em links que dão acessos a páginas falsas na internet. Uma vez roubadas as informações, o golpe avança para o roubo do dinheiro. Esse falso contato dos fraudadores pode acontecer por e-mail (phishing), SMS (smishing) ligações (vishing) ou whatsapp, ou mesmo combinar esses canais.

Geralmente, essas tentativas de fraude pedem para o cliente fazer algo que o banco nunca solicita: informar seus dados online para evitar o cancelamento ou a interrupção de um serviço. As abordagens mais comuns utilizadas com empresas e pessoas físicas são similares e tentam convencer o clique em um link falso, que pedirá o preenchimento das informações financeiras para consumar o golpe:

  • Uma delas é o SMS falso solicitando atualização ou ativação do token (dispositivo de segurança) para que o cliente continue a acessando a conta. Neste caso, o fraudador está contando que pessoa irá prontamente entrar no link para tentar resolver o quanto antes a validação e não ter problemas. O envio por SMS é proposital, pois não fornece muitos detalhes que possam gerar desconfiança quanto à veracidade da mensagem.
  • A outra tentativa de golpe é um pouco mais elaborada: começa com a ligação falsa que diz ser da Central de Atendimento e informa o cliente sobre a necessidade de atualização do token. No momento desse contato, o fraudador confirma dados cadastrais da empresa ou da pessoa, e depois envia o link falso por WhatsApp. A tática é proposital e visa atribuir uma falsa confiabilidade usando informações conhecidas – obtidas na internet porque são públicas ou estavam em redes sociais, ou capturadas de celulares ou computadores infectados por vírus ou de dados vazados de sistemas de outras empresas.

14 dicas para proteger seus dados bancários

Confira as dicas que o BS2 organizou para ampliar seu conhecimento sobre o cuidado com a sua privacidade e a proteção online de dados bancários, e contribuir para um comportamento digital mais seguro!

  1. Senhas e códigos de acesso e informações bancárias equivalem à sua vida financeira: esses dados são seus e de mais ninguém!
  2. Acredite, antivírus e firewall podem te salvar:  mantenha as configurações da sua proteção online continuamente atualizadas.
  3. Use a língua portuguesa a favor da sua proteção: mensagens com tentativas de fraude sempre apresentam textos com erros gramaticais ou de ortografia.
  4. Quanto aos links recebidos por e-mail, SMS ou WhatsApp, você já sabe: nunca clique e, na dúvida, sempre verifique a veracidade do que é solicitado usando um dos canais oficiais de atendimento do banco.
  5. Se você não solicitou e recebeu a 2ª via de um boleto, não pague! Simples assim. Se ficou na dúvida sobre um pagamento, verifique fazendo contato no canal de atendimento oficial da empresa.
  6. Atenção com as falhas que revelam quando um boleto é falso: diferença entre o nome e o código do banco emissor, dados da empresa incompletos ou incorretos, problema na leitura do código de barras, e números finais do código de barras diferentes do valor a ser pago.
  7. Ative o segundo nível de autenticação em aplicativos: isso vale principalmente para evitar as frequentes tentativas de clonagem do seu WhatsApp.
  8. Use sempre uma rede wi-fi privada para realizar suas operações financeiras: em tempos de home office, reforce também a proteção da sua rede doméstica.
  9. As mídias sociais podem revelar muita coisa sobre nós: reveja as configurações de privacidade para limitar quem pode ver o que você compartilha!
  10. Só conecte ao seu desktop ou notebooks pendrives confiáveis: dispositivos USB também podem ser infectados por vírus que baixam malwares, visando coletar dados pessoais e financeiros.
  11. Desconfie em dobro de promoções, ofertas e prêmios maravilhosos que chegam por e-mail, WhatsApp ou SMS e pedem para interagir clicando em links: em vez vantagens, o risco de ganhar um malware instalado na sua máquina é alto.
  12. Realize buscas para acessar sites de compras: observe o resultado da pesquisa e verifique o “www” que aparece corresponde ao endereço oficial da empresa na internet.
  13. Fique atento às notícias na imprensa sobre vazamentos de dados: geralmente tentativas de fraudes podem se tornar mais frequentes na sequência desses eventos.

14. Ative as notificações do banco: assim você receber em primeira mão informações que contribuam para você manter seus dados bancários sempre seguros!

Viu como pequenas atitudes podem fazer uma grande diferença na hora de evitar que informações financeiras sejam expostas.

E conte sempre com o BS2! Somos um banco 100% digital pronto pra tudo, principalmente para oferecer aos clientes um jeito ágil, descomplicado e seguro de lidar com suas finanças, para irem mais longe em suas realizações.

Abra uma conta digital gratuita no Banco BS2

Deixe a gente ajudar o seu negócio a ir mais longe! Abra também uma conta BS2 Empresas!

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário abaixo

Siga a gente nas redes sociais

Posts mais lidos

Posts recentes