Banco BS2 adquire a fintech WEEL e se consolida como o primeiro neobank B2B do Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram

Integração do banco com a empresa israelense visa oferecer estrutura bancária completa, tecnologia de ponta e expertise em crédito para as PMEs

Com a missão de ser o primeiro neobank B2B do Brasil, o Banco BS2 anuncia hoje a aquisição da fintech israelense WEEL, que atua na oferta de crédito para empresas brasileiras. A transação consolida a estratégia do banco de criar uma oferta de valor integrada para PMEs, unificando jornadas de serviços financeiros e crédito.

A aquisição é o primeiro movimento estratégico do banco desde a chegada do novo CEO Marcos Magalhães, que assumiu a cadeira oficialmente no início de maio, quando também se juntou ao Conselho de Administração.

“Temos planos ousados de crescimento. A WEEL tem os melhores produtos e o melhor time de crédito digital para empresas. Complementa perfeitamente nossa oferta e nos credencia para sermos o principal provedor de soluções para PJs. Este é um segmento ainda desassistido pelo mercado financeiro, que historicamente priorizou a pessoa física ou as grandes corporações. Nossa atuação vai mudar essa lógica”, ressalta Magalhães.

A integração entre BS2 e WEEL

A WEEL é uma fintech de dados e crédito 100% digital, especializada em soluções para pequenas e médias empresas. Por meio de inteligência artificial e machine learning, permite o acesso a soluções financeiras desburocratizadas para suportar o crescimento das empresas. Em 2020, atingiu a marca de R$ 1 bilhão em operações de crédito, com mais de 15 mil clientes em sua base.

A fintech incorpora ao BS2 toda sua tecnologia de ponta, incluindo plataforma de originação e ambiente de dados, que permitirá a entrega de uma experiência digital única para empresas, com jornadas simples e produtos e serviços inovadores.

O time da WEEL também será integralmente incorporado ao BS2. Simcha Neumark, fundador e CEO da cia, além de executivo, passa também a compor o conselho de administração do Banco. Os atuais acionistas da WEEL, entre eles, os fundos Monashees e Franklin Templeton, após a aprovação dos órgãos reguladores competentes, passam a ser acionistas do BS2.

Para Neumark, a aquisição representa uma sinergia perfeita, que une o portfólio de serviços do BS2 à inteligência de dados e expertise de crédito digital da WEEL. “Estamos criando uma experiência unificada na qual o cliente terá acesso a alta tecnologia e a produtos que realmente resolvam o seu dia a dia – contribuindo, assim, para que seu negócio seja o foco. Pequenas e médias empresas terão no BS2 um one-stop shop para todas as suas necessidades de banking e crédito”, explica.

O BS2 é um banco digital completo com soluções financeiras e de tecnologia para empresas e pessoas físicas. Foi pioneiro no País na oferta de uma conta digital integrada a uma jornada de investimentos e conta internacional, com saldo em dólares, no mesmo APP. Tem entre seus diferenciais uma oferta taylor made, que leva ao cliente soluções customizadas para o seu negócio, através de APIs que permitem a conexão de diversas jornadas financeiras, como abertura de conta, gestão de boletos, Pix, pagamentos ou investimentos. 

Sobre a WEEL

A WEEL é uma fintech de dados e crédito, com sedes em Israel e Brasil, pioneira no uso de machine learning e inteligência artificial no mercado de crédito brasileiro. Com a missão de transformar a gestão de tempo e a realidade financeira das empresas brasileiras, a WEEL é a única a oferecer rapidez e segurança ao utilizar tecnologia para avaliar e efetuar operações financeiras com eficiência. Em 2021, foi eleita pela revista britânica Daily Finance como uma das melhores fintechs do Brasil.

Abra uma conta PJ digital gratuita BS2 Empresas

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário abaixo

Siga a gente nas redes sociais

Posts mais lidos

Posts recentes