Quais são as 5 etapas do plano de negócio?

Da idealização à implementação, as 5 etapas do plano de negócio ajudam a reproduzir a jornada prévia que uma empresa precisa percorrer para poder operar com saúde financeira e de modo eficiente. Cada trecho concluído, por meio das informações inseridas no business plan, representa ações fundamentais para avançar com a estratégia traçada. Vamos conhecer quais são as 5 etapas do plano de negócios, que permitem a estabelecimentos de todos os portes e segmentos seguirem adiante, gerando resultados e construindo uma rota bem-sucedida rumo ao seu crescimento:

  1. Sumário Executivo
  2. Análise de Mercado
  3. Plano de Marketing
  4. Plano Operacional
  5. Plano Financeiro

Esses tópicos equivalem aos pilares que conjuntamente habilitarão a empresa para começar a funcionar, vender e a faturar de modo sustentável.

Além dessas 5 etapas, outras 3 atividades são consideradas “bônus” na hora de desenvolver o business plan e se preparar melhor para reduzir riscos e falhas e efetuar correções e melhorias antes de negócio abrir suas portas:

  1. Construção de Cenários – Opções para orientar a atuação em condições favoráveis e em momentos desafiadores do mercado.
  2. Avaliação Estratégica – Conhecer para lidar melhor fortalezas, oportunidades, fraquezas e ameaças relacionadas ao negócio.
  3. Análise do Plano de Negócios – Ajudará a refletir se vale a pena abrir, manter ou expandir o empreendimento.

Plano de Negócio – Sumário Executivo

Aqui temos uma curiosidade do plano de negócios, para a qual vale a pena atentar. Na ordem dos tópicos, o Sumário Executivo corresponde à abertura do documento.

No entanto, a sua elaboração deve acontecer após a conclusão das demais etapas. Essa inversão é recomendada para que seu conteúdo reflita a visão do todo de uma forma fiel e sem deixar de trazer informações que ajudem a apresentar os potenciais da empresa, principalmente para investidores e credores nas etapas de concessão de crédito.

O Sumário Executivo deve trazer alguns conjuntos de informações:

  • Descrição resumida dos pontos principais do negócio
  • Informações do(s) sócio(s) e do registro do empreendimento e do seu enquadramento jurídico/tributário
  • Setores de atividades que materializam a missão da empresa
  • Dados sobre a composição do capital social e as fontes de recursos da empresa

Plano de Negócio: Análise de mercado

Nessa etapa do business plan, é o momento de olhar para o mercado e entender como a sua estratégia poderá se conectar da melhor forma com o cliente. Afinal, é preciso estudar mais a fundo características do segmento de atuação da empresa e quais os hábitos de consumo do público-alvo dos seus produtos e serviços, com o objetivo sempre de identificar oportunidades de gerar mais negócios e diferenciar a sua oferta e se antecipar aos desafios. Essa análise deve englobar:

  • Clientes: perfil, comportamentos e interesses.
  • Concorrentes: volume de vendas e marketshare, diferenciais competitivos.
  • Fornecedores: mapeamento e cadastro, capacidade de atendimento, portfólios de produtos e matérias-primas.

Plano de Marketing

Esta é a etapa em que a ideia que inspirou o empreendimento começa a ganhar forma para gerar os resultados esperados. O foco aqui está na definição de itens que especificarão tanto seus produtos ou serviços, quanto a sua oferta. Portanto, é hora de pensar na:

  • A configuração e os diferenciais detalhados dos produtos e serviços ofertados.
  • A composição do preço dos itens oferecidos.
  • As ações promocionais previstas.
  • A estratégia de comercialização, on e off-line.

Plano Operacional

Como o nome diz, a operacionalização entre em campo nessa etapa do planejamento. O exercício requerido é descrever os recursos essenciais e devidamente estimados, para que a empresa possa funcionar e vender:

  • As capacidades produtiva e de atendimento (vendas de produtos ou prestação de serviços).
  • Os processos que fundamentam a operação (produtivo, administrativo, comercial).
  • Os recursos humanos necessários e já previstos.
  • As instalações físicas do empreendimento.

Plano Financeiro

Os números entram em cena na etapa do Plano Financeiro com o objetivo de formalizar o quanto já foi investido para que a empresa possa abrir e faturar, bem como os valores projetados para gerar receita e, consequentemente, a continuidade da operação.

Nesse detalhamento deverão constar recursos próprios ou de terceiros já investidos para viabilizar a criação da empresa:

  • Investimentos pré-operação: legalização da atividade, obras nas instalações.
  • Demonstrativo de viabilidade e prazo de retorno do investimento.
  • Estimativas de investimentos fixos no negócio.
  • Projeção dos custos operacionais fixos por mês.
  • Custos estimados para aquisição de matéria-prima ou produtos.
  • Capital de giro previsto para a empresa operar.
  • Estimativa de faturamento mensal.
  • Previsão de custos com pessoal e contratação sazonal de mão-de-obra.
  • Resultados, rentabilidade e lucratividade esperados.

BS2: o primeiro banco completo especializado em empresas do Brasil!

BS2 é um banco digital com diversas soluções financeiras com foco em crédito rápido, digital e sem burocracia para empresas. Além da conta digital PJ, sem mensalidade, o BS2 conta com uma plataforma digital de investimento e conta internacional em dólar para empresas.   

Queremos ser o parceiro da evolução desde os primeiros passos do seu negócio. Estamos prontos para oferecer todas as soluções adequadas às PMEs – PIX, Plataforma de cobrança, APIs, link de pagamento e mais. Abra uma conta PJ digital e sem mensalidade no BS2.  

Posts Similares

Posts Recentes

FGI PEAC no Dia das Mães: impulsione sua empresa com o Banco BS2

O Dia das Mães tem impacto significativo nas vendas no Brasil, já que, anualmente, gera alta do comércio varejista, estimulando a economia e o mercado em todo o País. Os mais diversos setores de atuação do varejo podem esperar: Alta performance é pensar um passo à frente Em uma das datas que mais movimenta a…
Por um mundo com mais mulheres na liderança

O lugar das mulheres é na liderança. E onde mais elas quiserem estar.

“Não se nasce mulher. Torna-se mulher.” Quem mais seria capaz de conceber uma ideia tão poderosa quanto essa senão a filósofa, escritora e intelectual francesa Simone de Beauvoir?  Essas palavras foram publicadas em 1949.  Hoje, 75 anos depois, elas continuam reverberando. Continuam mais atuais do que nunca. E continuam inspirando mulheres do mundo todo a…
mão apontando para o Brasil em um globo terrestre digital, mostrando o mundo conectado.

De câmbio à conta internacional, conectamos sua empresa ao mundo. E vice-versa.

Negócios internacionais, “Um mundo de possibilidades”. Hoje, graças ao inevitável progresso da tecnologia (em todos os âmbitos), o mercado financeiro tornou-se – de fato – palco de infinitas oportunidades. No âmbito financeiro, o Banco BS2 tem orgulho de liderar esse progresso tecnológico. E orgulha-se ainda mais de poder, através de nossas inovadoras soluções financeiras, dar…
Atendimento humanizado, tecnologia, humano

Atendimento humanizado em um banco 100% digital? Sim, exatamente!

É comum pensar em “humano” e “digital” como dois conceitos mutuamente excludentes, como se não fosse possível usar as mais avançadas e inovadoras tecnologias a serviço de um atendimento mais empático, gentil e personalizado. Mas a verdade é que ambos podem, sim, andar lado a lado. Aliás, devem Afinal, o papel da tecnologia é potencializar…
Dia da internet segura

Dia da Internet Segura: celebrando 20 anos de segurança digital

O ano era 2004. Foi neste ano que nasceu, lá na União Europeia, a iniciativa que ficaria conhecida mundialmente como o Dia da Internet Segura.  Sim, mundialmente. Afinal, hoje já são mais de 200 países participantes.  Dentre eles, é claro, o Brasil.  O slogan da iniciativa não deixa dúvidas: “Juntos para uma Internet Mais Positiva”….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *